Sexta-feira
Abr272012

Tipos de aborto provocado

O aborto provocado, ou seja, aquele em que a mulher escolhe retirar o bebê de seu útero, pode ser basicamente:

1.Sucção ou aspiração - O aborto por sucção pode ser feito até a 12ª semana após o último período menstrual. Para que esse aborto seja feito, a paciente deve ser anestesiada de forma geral ou local. Na mesa de operação, é feito um exame para determinar o tamanho e a posição do útero. Se a anestesia for geral, ela é tomada uma hora antes da operação por meio de uma injeção intramuscular de Thionembutal. Inicia então uma infusão intravenosa. O Thionembutal adormece o paciente e um anestésico geral por inalação como o Óxido de Nitroso é administrado através de uma máscara. A partir daí o procedimento é o mesmo da anestesia geral e local. Caso a paciente tome uma anestesia local, ela tomará uma injeção de analgésico intramuscular.

Assim que a mulher está pronta, um tubo oco com ponta afiada é inserido em seu útero. Esse tubo executa uma sucção fortíssima que despedaça o corpo do bebê que ali se encontra. A seguir removem-se os restos do bebê. Nesse procedimento, o cérebro do bebê é removido por último, pois a sucção não é capaz de removê-lo como as demais partes do corpo. Esse procedimento abortivo é praticado em 95% dos casos em países desenvolvidos.

Caso você queira ver uma explicação em vídeo a respeito desse tipo de aborto, por favor caro leitor, acesse a seguinte página do Youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=XtlZWp6eqh8

Quero lembrar a você leitor, que embora esse vídeo seja apresentado por um padre católico norte americano, o que ele disse, tirando sua pregação para «parar o aborto» é exatamente o que acontece. Ah, me desculpe meu leitor, não encontrei nenhum outro vídeo em português que explicasse esse processo de aborto. À você, cabe formar sua própria opinião sobre o assunto, ok?

2.Dilatação e curetagem – Nesse tipo de aborto, primeiro é feita a dilatação do colo do útero. A seguir, com um instrumento chamado cureta, que é semelhante a uma colher de cozinha, executa-se uma raspagem do revestimento uterino do feto, ou seja, da placenta e das membranas que envolvem o feto. O processo de curetagem pode ser feito durante o segundo ou terceiro trimestre de gestação, em que o bebê é já grande demais para ser extraído por sucção. Da mesma forma que a sucção, no final do processo de curetagem o feto é desmembrado.

Esse método abortivo é extremamente perigoso, pois pode perfurar a parede do útero da gestante, provocando muito sangramento. Além disso, esse método pode tirar muito tecido da parede uterina, causando esterilidade.

Não encontrei nenhum vídeo que explicasse o procedimento, mas conheço casos de mulheres brasileiras, que desejando executar um aborto e dado o fato de que aborto nesses circunstâncias seria ilegal, foram à clínicas clandestinas. Bem, como você pode imaginar o procedimento foi extremamente mal feito e o resultado para elas foi infecção severa seguida de esterilidade.

3.Dilatação e expulsão – Nesse tipo de aborto, é inserida um instrumento semelhante à uma faca em forma de foice, que faz o corpo do feto em pedaços dentro do útero materno. A seguir, os pedaços do feto são retirados do corpo materno e descartados.

4.Injeção de soluções salinas ou envenamento por sal – Nesse tipo de aborto provocado, que é executado entre a 16ª e a 24ª semana de gestação, o médico aplica anestesia local num ponto situado entre o umbigo e a vulva, no qual irá ultrapassar a parede do abdome, do útero e da bolsa d’água. Munido de uma seringa longa, o médico, injeta na bolsa d'água, uma solução salina. O bebê ingere esta solução que lhe causará a morte por envenenamento, desidratação, hemorragia do cérebro e de outros órgãos. Após um prazo de 24 à 48 horas, por efeito de contrações do feto é expulso pela vagina, como num parto normal.

Os riscos dessa prática abortiva envolvem a aplicação errada da anestesia, com a solução sendo injetada fora da bolsa d’água, causando morte instantânea.

5. Sufocamento do feto – Nesse procedimento que também é chamado de parto parcial, o bebê é puxado para fora do útero, ficando somente com a cabeça lá dentro, devido ela ser muito grande. Em seguida, é introduzido um tubo em sua nuca que fará a sucção da massa cerebral do feto, matando-o. A seguir, o bebê é totalmente retirado do corpo materno.

6.Esquartejamento – Nesse procedimento, o feto é despedaçado dentro do útero materno. A seguir, retira-se o líquido amniótico do útero materno, substituindo-o por uma solução salina. 

7.Drogas e ervas – Nesse caso, o aborto ocorre algum tempo após a ingestão excessiva de certas drogas e ervas que tem reconhecidamente efeito abortivo. São elas:

-Arsênio;

-Antimônio;

-Chumbo;

-Cobre;

-Ferro;

-Fósforo;

-Ácidos e sais diversos;

-Plantas como: (losna, abuteia, alecrim, algodaro, arruba, cipómil).

A ingestão dessas substâncias e ervas em excesso para fim abortivo, apresenta um risco maior: morte.

8.Miniaborto - É feito quando a mulher está a menos de 7 semanas sem menstruar. O médico faz um exame manual interno para determinar o tamanho do feto e a posição do útero. A seguir, o médico lava a área reprodutiva da mulher com uma solução anti-séptica e com uma agulha fina. O útero é anestesiado em três pontos diferentes, prendendo o órgão com um tipo de fórceps chamado tenáculo, uma sonda de plástico fino e flexível é introduzida no útero. A esta sonda liga-se um aparelho de sucção e remove-se o endométrio e os produtos de concepção.

Os efeitos colaterais para uma mulher que pratica esse tipo de aborto são: cólicas uterinas, náuseas, suor e reações de fraqueza. Além disso, ela não pode ter relações sexuais e nem usar tampão nas 3 ou 4 semanas seguintes para evitar complicações ou infecções.

PrintView Printer Friendly Version

EmailEmail Article to Friend

References (13)

References allow you to track sources for this article, as well as articles that were written in response to this article.
  • Response
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: face test
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: Bolig
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    I found a great...
  • Response
    Response: cerveza baltica
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: apoya Vasos
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: blogs online
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: cervezas peruanas
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: internet
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos
  • Response
    Response: pinterest
    Tipos de aborto provocado - Blog - O que nós fazemos

Reader Comments

There are no comments for this journal entry. To create a new comment, use the form below.

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.

My response is on my own website »
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
All HTML will be escaped. Hyperlinks will be created for URLs automatically.
« Países e a questão do aborto | Main | Tipos de aborto espontâneo »